sexta-feira, 4 de outubro de 2013

3 dos games mais esperados de Outubro

Este mês de outubro está excelente para quem gosta de games single players, estão previstos três grandes lançamentos que finalizarão a geração atual de games. Entre eles apenas o segundo estará disponível para a próxima geração, se você tem esperado o lançamento dos novos consoles, mas quer jogar estes jogos vai ter que ter um bom dinheiro guardado.


3. Batman: Arkham Origens


Pra começo de conversa Rocksteady não faz mais parte do grupo, ele que foi responsável pelo sucesso dos dois outros games da franquia, mas toda uma confiança foi colocada, de que a Warner Bros Games Montreal teve o cuidado de seguir os passos estrelados de seu predecessor em Batman: Arkham Asylum e Batman: Arkham City.


Desta vez, a série Arkham nos leva de volta a jogar com um homem-morcego menos confiante e um pouco inexperiente em um prelúdio que coloca o cavaleiro das trevas em um confronto muito sério na véspera de Natal. Máscara Negra quer acabar com carreira de combate ao crime de Batman antes que ele possa se tornar um imenso problema para o crime e por isso contrata oito dos principais assassinos ir até Gotham City e tirar o morcego de seu caminho de vez.

O roteirista do modo single player foi feito por Corey May e Dooma Wendschuh, dois escritores que são muito cuidadosos. Ambos têm experiência nos universos de Assassins Creed e Prince of Persia. A jogabilidade será muito familiar aos outros games feitos, o que é bom, pois você não terá muito trabalho para jogar. Também existirão novos bat-aparelhos entre eles uma Garra Remota, luvas de choque, e um detonador concussão.

Os jogos de Batman são grandes, porque eles não são ligados aos filmes, não que seus filmes sejam um problema, mas é que jogos e filmes não se misturam. No entanto, os fãs de Batman, que só o conhecem dos filmes ainda podem desfrutar plenamente da série Arkham. A franquia trás toda a qualidade dos quadrinhos, mas novamente não exige que o jogador tenha qualquer experiência em quadrinhos para conhece-la.
Haverá também um componente multiplayer para os interessados, mas não irão atrapalhar a experiência single player (espero), como é tão comum em outras franquias.

2. Assassin’s Creed IV: Black Flag


A fuga histórica da franquia de ação aventura continua, desta vez com outra inesperada reviravolta de cenário. Muitos jogadores estavam céticos sobre a definição de revolução americana de Assassin’s Creed: III, mas apesar de alguns contras a maioria dos fãs gostou do jogo. Desta vez temos a chance de viver como um pirata durante a idade de ouro da pirataria. 

Nas cidades de Havana, Kingston, e Nassau (assim como em abundância de locais navais) a história de assassino do capitão pirata Edward Kenway vai se desdobrar. Ele vai de corsário (apoiado pelo estado) a pirata fudido o que lhe faz reúnir-se com outros conhecidos piratas da vida real como Calico Jack, Barba Negra, e Anne Bonny. 


O gameplay retorna com uma liberdade maior assim como no primeiro jogo AC com algumas novas opções, como um barco atualizável. Como de costume, haverá um enredo concorrentemente moderno, para se viver como um pirata nos dias de hoje onde você sondará uma profundidade de segredos detidos pela Abstergo Entertainment.


Multiplayer? Sim, mas quem se importa? Esse jogo vai ser um verdadeiro parque de diversões.


1. Beyond: Two Souls


A Quantic Dream retorna depois do surpreendente sucesso de Heavy Rain com outra experiência de drama interativo. Este vem acompanhado com algumas performances de movimentos inclusiva pegando seus rostos das estrelas de cinema Ellen Page e Willem Dafoe representando a protagonista e um cientista do governo que trabalha com ela. 


Jodie Homes (Page) sempre teve um amigo invisível, chamado Aiden, sempre perto dela à sua disposição. À medida que seguimos sua história durante 15 anos, de 8 a 23, vamos desvendando o mistério por trás de Aiden através de temas psicológicos, suspenses e espirituais. Por conta desse amigo Jodie se torna uma cobaia científica, de modo que ela crescesse em um hospital e submetida a testes constantes que tem claramente um efeito negativo em seu bem-estar pessoal. 


Quantic Dream é realmente o mestre do suspense. Seja dado ao reino livre de Aiden a seu declineo de tensão em um ambiente de testes, usando o treinamento de combate de Jodie para fugir da polícia, ou lutando desesperadamente contra o tempo para defender Jodie de um alguem que se aproxima da SWAT, a atenção ao detalhe e o equilíbrio do controle e liberdade traz continuamente o cinema a vida de uma maneira que nenhum outro desenvolvedor ainda descobriu como fazer. 

Houve uma preocupação de que depois de Heavy Rain a arenosa realidade Beyond ouvesse um pouco de confusão com todos os seus elementos sobrenaturais, mas o conto histórico acaba essa teoria. Também é bom argumentar a declaração dita pelo diretor David Cage no início da criação do game, de que ele poderia, eventualmente, explorar o que acontece após a morte. A morte sempre foi um fascínio para Cage aliás ele não acredita em um jogo que termine sem um personagem morto. 

Se você está esperando por esses jogos é bom está preparado pois seus lançamentos já estão praticamente acontecendo e também é bom avisar que nem todos eles estão disponiveis para todas as plataformas, já que dentre ambos somente Beyond é exclusivo para PS3.


Curta o Herodróide no facebook e fique por dentro das novidadades >> clique aqui<<.


Nenhum comentário:

Postar um comentário